18/02/2015

Minha experiência com Ombre Hair

Oi gente!! Tudo bem com vocês? Como foi o carnaval?

Algumas pessoas viram no meu Instagram que eu mudei o visual! Antigamente eu mudava o cabelo a cada 3 meses, mas passei 2014 todo com a mesma cara. Então veio a batalha para decidir qual cor eu pintaria! Decidi que eu queria clarear.

 

Procurei alguns profissionais que me indicaram Ombrée Hair. Eles diziam que eu clarearia o cabelo, mudaria bastante o visual, mas não ia dar aquele “Bac! Tô loira” tão rápido, já que a raíz continuaria morena. Gostei da ideia e resolvi testar. Gostei muito do resultado!!

 

Segundo a minha cabelereira, essa técnica puxa mais mexas nas pontas na parte de dentro do cabelo. Conforme as mechas vão ficando mais altas ela puxa menos cabelo e mechas mais finas. No final ela tonalizou todo o cabelo, pra clarear um pouco a raiz e não deixar as pontas tão claras. Além do mais, como a raiz não está loira, não tem aquela exigência de ficar retocando a raiz direto, o que é maravilhoso para mim!

 

Mesmo tendo amado, eu percebi que as pontas ficaram mais danificadas. Na hora de pentear eu sinto que as pontas embolam mais que antes. Se eu lavar e sair sem passar o secador, eu tenho a sensação de que fica bem espigado. Isso tudo porque eu não tratei meus cabelos devidamente antes de descolorir. A necessidade de hidratação nos meus cabelos aumentou muito.

Antes de fazer o procedimento, consulte um profissional para que ele indique o melhor tratamento pro seu cabelo. É muito importante que os seus cabelos estejam hiper hidratados antes de serem descoloridos, caso contrário, as pontas vão abrir muito. Alguns profissionais que consultei me indicaram 3 tratamentos que me interessaram muito.
♥ Plástica dos fios ♥
Eu fiz esse tratamento depois das mechas. Eu senti que ele cumpriu tudo o que indicava, mas não foi uma mudança significativa, já que eu só fiz uma vez. É indicado para cabelos danificados. Reparou alguns danos que eu já sentia antes das mechas, como ressecamento, por exemplo. Mas por indicação da minha cabelereira, eu terei que fazer mais 5 sessões a cada 15 dias, para que o resultado seja realmente significativo. De qualquer forma, é uma boa dica fazer esse tratamento antes da descoloração para que os fios não sejam tão agredidos.
♥ Cauterização ♥

Essa é minha melhor amiga. Ela acrescenta queratina, reconstrói a massa capilar, recupera a fibra e aumenta a elasticidade dos fios. Ideal para quem tem cabelos danificados. É possível fazer em salão com profissionais, mas você também pode comprar kits de cauterização e fazer em casa. Existem kits mais caros de marcas mais conceituadas, mas também existem kits de marcas mais baratas, que fazem um bom trabalho e que são bem mais em conta. Geralmente esses kits vem com 3 produtos: shampoo anti-resíduos, queratina (para passar após o shampoo) e o protetor térmico (pois você vai ter, obrigatoriamente, que escovar e pranchar o cabelo, faz parte do tratamento). Vale a pena pesquisar marcas indicadas por profissionais.

♥ Hidratação com Kérastase ♥
Eu já usava esse produto há algum tempo (vai ter resenha). Foi quando eu mudei de máscara, para variar um pouco. Mas é impressionante como profissionais indicam e confiam na Kérastase. Eu me dou super bem, e toda vez que eu uso sinto como se o cabelo estivesse mais vivo que antes! Apesar de cara, acho que vale muito mais a pena comprar a máscara para fazer hidratação em casa, do que pagar por cada hidratação em um salão.
E então? Gostaram das dicas? Gostaram do novo look? Espero que sim! Beijinhos!

Veja outros posts sobre:


22/01/2015

Planejando a minha festa de casamento: o local perfeito

Olá gente! Tudo bem?

 

O post de hoje foi tirado de meses e meses de pesquisas detalhadas com a ajuda do tio Google! Eu pesquisei modelos, estilos e locais de casamento, até encontrar o perfeito para mim. Ainda não vou contar o que eu escolhi, é surpresa. Mas, me baseando em todas as informações que eu encontrei, resolvi criar esse post para ajudar as noivinhas indecisas.

 

 

A minha intenção é que esse post seja um verdadeiro Guia de ajuda às noivas que querem organizar a sua festa, mas ainda não sabem onde, como… Talvez eu possa te ajudar. Porém, não esqueçam que eu sou noiva também. Por isso, se você tiver condições, vale a pena investir em um profissional que te auxilie nessas decisões.

 

Eu acho fundamental pensar no estilo do casal. Se os dois são baladeiros, mais caseiros, mais românticos… A partir daí vocês podem formar o estilo do casamento e fica mais fácil para escolher o lugar.
Balada:
Fonte – Site mais dicas de casamentos

 

Acho muito legal casamento na balada. Se esse é o estilo do casal, acho super válido. Vocês podem verificar se na cidade onde vão se casar tem casas noturnas que disponibilizam o espaço para festas e casamentos. Já pensou fechar uma casa noturna e fazer o seu casamento ali. Cara, deve ser muito maneiro!

 

 

Casa:
Fonte – site assessoria dia do casamento
Eu vi algumas fotos de casamentos realizados em casa, inclusive o do Mark Zuckerberg, e acho a ideia muito legal, além de ser chique de doer. Eu nunca fui em um casamento assim, mas creio que todo mundo fique mais à vontade. Tanto os noivos quanto os convidados. Além do mais não precisa gastar com o aluguel do espaço. Mas o mais legal de tudo é a recordação que o casal vai ter, até as fotos do dia vão ficar registradas o lugar onde eles moram… Poxa, muito bacana. Eu só acho que tem que tomar cuidado e ver se o espaço comporta o número de convidados, se a casa tem uma boa estrutura para dar uma festa…

 

 

Casa de festas:

 

Fonte – Site Iris Cristal
Eu sempre tive aquela ideia de casamento formada na minha mente. Sempre achei casamento em Casa de Festas lindo. O bom é que eles facilitam a sua vida. Você contrata um pacote de serviços que inclui o espaço, decoração, iluminação, som… Te poupa tempo de procurar tudo isso. Outro ponto positivo é que o espaço foi projetado para comportar esse tipo de evento, sendo assim, tem menos chances de ocorrerem imprevistos (falta de espaço, cozinha pequena, poucos banheiros…). Por outro lado, você é meio que “obrigado” a aceitar todos os fornecedores oferecidos por eles. Talvez isso saia mais barato, porém não como você queira. Ou saia lindo, porém mais caro.

 

 

Destination Wedding:

 

Fonte – Site Bride Box
Eu me senti super atraída pela ideia desde quando assisti “Se beber não case”. Já pensou realizar o seu casamento em outra cidade, estado ou país? Uma leitora daqui do blog, a Anne do blog Aquela Zona, postou no blog dela que ela fez um mini wedding na praia, a festa foi em um hotel, e que tudo tinha sido em uma cidade diferente de onde ela morava.

 

 

Achei incrível essa participação de todos, sabe? Todo mundo se disponibilizando a sair da cidade para viver um momento especial para vocês. Acho que dá um toque ainda mais romântico e importante ao acontecimento. Além do mais, não sei se foi o caso dela, mas na maioria dos casamentos nesse estilo, os noivos não curtem a festa apenas no dia do casamento, mas sim um fim de semana inteiro. Já que todos estarão hospedados num hotel em um lugar diferente…

 

 

Não sei como funciona, mas creio que quem paga a passagem e a hospedagem dos convidados são os próprios convidados. Então eu acho importante verificar se as pessoas tem disponibilidade de arcar com essas despesas.
Fazenda ou Sítio:

 

Fonte – Site assessoria dia do casamento

 

Eu acho que esse tipo de casamento combina muito com dia, mesmo que seja apenas alguns momentos do evento. A Paulinha do Blog Just Fun, se casou em um Sítio de manhã. As fotos ficaram lindas e bem a cara dos noivos. Já pensou se casar num sítio lindo, cheio de verde e flores para tirar várias fotos, fazer um evento mais acolhedor com as pessoas que realmente são importantes para você? Ou se casar numa fazenda no fim da tarde, ao anoitecer, com o Sol se pondo, muito verde para tirar fotos belíssimas, e deixar a festa rolar a noite toda? Ahh gente, dá até vontade, não dá não? Acho muito romântico!!

 

 

Hotel:

 

Fonte – Site Cinthia Rosenberg

 

Eu acho que casar em um hotel é uma comodidade à mais para os noivos. Os noivos se arrumam no próprio hotel, curtem a festa e depois voltam pro quarto para as núpcias. Além de facilitar a vida dos convidados que, podem ficar hospedados no hotel também. Gosto dessa ideia. Além do mais que, geralmente, os hotéis (pelo menos os do Rio de Janeiro) parecem oferecer uma boa estrutura para um evento como casamento. Mas um caso a se pensar é na data e no local. Por exemplo, eu me casarei em dezembro de 2015, geralmente nessa época do ano os hotéis do Rio de Janeiro estão lotados de turistas por causa do fim de ano. E arrisco a dizer que as tarifas estejam muito mais caras que o normal. A disponibilidade de quartos e as tarifas devem ser levadas em consideração.

 

 

Praia:

 

Fonte – Site decorações para casamentos

 

O que mais tem aqui no Rio de Janeiro é Praia. Acho lindo e super romântico. E o legal, é que contratando os serviços corretos, você pode até fazer um casamento mais sofisticado na praia. Imagina registrar nas suas fotos a imensidão do mar, o sol se pondo, as cores das nuvens quando estiver anoitecendo!! Porém, eu morro de medo de casar em um local aberto e acabar chovendo. Imagina? Tem que haver um bom planejamento e uma saída, caso isso aconteça.

 

 

Restaurante:

 

Fonte – Site Carolina Souza Lima

 

Confesso que nunca me passou pela cabeça fazer o meu casamento num restaurante. A não ser que fosse na Confeitaria Colombo mas acho que é caroo, porque eu já vi fotos lindíssimas de decorações lá. O legal é que restaurantes costumam ser mais aconchegantes. Além disso, você contrata o aluguel do espaço e todo o serviço de comida e bebida juntos. Acaba poupando tempo.

 

 

Então é isso gente! Espero que tenham gostado!

 

Beijinhos!

Veja outros posts sobre:


19/01/2015

Como fazer unha fosca em casa, com qualquer esmalte!

Oi gente! Tudo bem com vocês?

Hoje eu vou ensinar como fazer unhas foscas. Até alguns meses eu pensei que esse era um privilégio que só quem tinha um esmalte fosco conseguiria essa façanha. Até que eu assisti um vídeo de uma youtuber gringa mostrando como é possível fazer isso em casa, sem gastar nada além do valor do esmalte! Querem ver? Então vejam o passo a passo!

  1. Faça as unhas normalmente. Passe a base e depois pinte com o esmalte de sua preferência.
  2. Bote uma panela cheia de água no fogo para ferver.
  3. Bote as unhas ainda molhadas na fumaça da água.
  4. Limpe as laterais para tirar o excesso de esmalte. Se quiser pinte algumas com outro esmalte para diferenciar.
  5. E a sua unha fosca está pronta!!

E então? Gostaram? Fácil né?? Eu amei. Mas como eu não queria todas as unhas opacas, preferi fazer filha única mesmo. Espero que tenham gostado!

Beijinhos!!

Veja outros posts sobre:


Página 10 de 65« Primeira...89101112...203040...Última »

Web designer e webmaster por profissão, blogueira por coração. Carioca, baixinha, risonha e friorenta. É apaixonada por café, comida boa, cosméticos, maquiagem e beleza. Se sente bem com coisas bobas e costuma rir do nada. Faz piadas de si mesma, não entende suas doideiras, assume seus tropeços mas não perde o rebolado. Noiva do Bruno não para de falar em casamento. Ela é gente boa!



ANUNCIE NO BLOG







Eu Sou do CBBlogers

Copyright © | Chá de Cadeira | 2015 - Design e programação criados por Daniele Sousa